Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miliuma

insónias | ideias | publicações

#91 o primeiro aniversário da Miliuma

 

Há um ano estava ansiosa a escrever os primeiros posts para ficarem prontos no dia 1, a decidir com a Sapo tipos de letra e tamanhos das fontes.

Há um ano estava a provar gins na Gin Lovers® até chegar ao Gin Miliuma®, a convidar amigos para celebrarem comigo este começo de qualquer coisa.

Há um ano o céu estava menos nublado e a temperatura um pouquinho mais alta. Há um ano estava cheia de medo.

 

Não me tomem, por favor, como presunçosa. Eu sei que esta coisa não é de extrema importância para qualquer um dos leitores que por aqui se deixa ficar. Nem para mundo, portanto, porquê o medo e a ansiedade? Porque é importante para mim. É uma desconstrução do meu eu nas suas diversas esferas de interesse, é uma tentativa de, paradoxalmente, roçar um narcisismo necessário com o intuito de expor o que guardo em demasia e quizas, nessa nessa fuga interna-externa, a informação e as sensações se colarem também a vocês - e o que antes era meu passar a ser também, de alguma forma vosso.

 

Conheci umas quantas pessoas que, de um dia para o outro, desapareceram do planeta. Os mais optimistas dizem que se tornaram pó de estrela. Assim, de um dia para o outro. Não posso de todo almejar que um simples blog onde falo de tantas coisas tenha qualidade para ser considerado um legado. Mas se há coisa que aprendi neste rápido e breve primeiro ano de existência do Miliuma, é que ele pode ser um postal, uma fotografia de um lado, um texto do outro, destinatário world wide web.

 

Promessas eleitorais

O ano que agora termina foi uma introdução, ano zero desta aventura.

Este ano vou escrever muito, sobre quase tudo o que penso, me incomoda ou me agrada.

Vou filmar-me, vou filmar os outros, vou filmar a vida.

Vou continuar a motivar-me com a maravilha de comentários que recebo e com as mensagens quem me pede que escreva mais.

Vou partilhar! ♥︎

Vou viajar e falar de tudo, vou calcorrear Lisboa e Porto e Portugal e falar de tudo, vou criar projectos novos e falar de tudo.

Uma coisa é certa, eu sempre fui feita de miliuma coisas. Com este meu pequeno grande projecto, só passei a assumi-lo todos os dias.

 

Este ano vou fechar um ciclo e começar outro que se espera que seja ainda mais intenso e positivo.

 

 

 

Obrigada pela preferência, pessoas.

Que ano!

 

5 comentários

comentar publicação