Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Miliuma

insónias | ideias | publicações

#78 nunca é tarde para começar

 

Passaram-se quase vinte e cinco anos até finalmente conhecer o meu avô. Quando nos vimos, foi paixão à primeira vista. A história completa está aqui.

 

Na última vez que o vi, levei-lhe uma fotografia. Nas costas, escrito com a minha letra: “Nunca é tarde para amar”.

 

Hoje comecei uma nova aventura. Sozinha, sem cobranças nem exigências, decidi dedicar alguns minutos da minha semana a aprender um novo instrumento. Provavelmente só daqui a dez anos tocarei alguma coisa de jeito. Mas, como ele sempre diz, “não faz mal”.

 

Olho para ela e sorrio, bonita, à espera dos meus dedos. Estou apaixonada.

 

 

 

1 comentário

comentar publicação