Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Miliuma

insónias | ideias | publicações

#120 os acalorados

image.jpeg

 

Podia começar por dizer no meu tempo não era assim, mas estamos efectivamente no meu tempo, visto estar a falar-se de adultos aqui. O Frexting ( friends + texting ), pelos vistos, existe há uma porrada de tempo e eu não conhecia - mais de um ano, tendo em conta a efemeridade das tendências das redes sociais, é uma porrada de tempo.

 

Ao que parece, o frexting consiste em enviar nudes aos amigos e tem dois objectivos: aumentar a auto-estima e fazer um voto de amizade. Ora, a escritora que se lembrou de encorajar o pessoal a mandar nudes para os amigos, começou por dizer que é preferível isso a enviar fotos íntimas a desconhecidos. No shit, Sherlock. Prefiro enviar uma foto peladinha à J. do que aos senhores da entrega ao domicílio do Jumbo Online. Ela, contudo, a J., minha amiga há quase uma década, iria perguntar-me se eu estava bem da cabeça. E eu, segundo o frexting, diria: é para fortalecer a nossa amizade. Assim, ultrapassamos as barreiras do constrangimento do nosso corpo e ainda te ofereço uma moeda com a qual poderás subornar-me para o resto da vida! E ela perguntar-se-ia a que propósito eu estaria a dizer tantas barbaridades e mandar-me-ia tomar café para acordar. Bom, mas isso somos nós, que não precisamos de nudes para provar que temos confiança nos nossos amigos e que, se for preciso, dividimos um provador de uma loja de roupa ou damos puns antes de dormir em quartos de hotel com camas separadas. A amizade, que eu saiba, não precisa deste tipo de mecanismos.


Quase me esquecia de falar da auto-estima. Pelas regras do Frexting - sim, é uma moda idiota mas tem regras - o receptor de tal mensagem tem de responder com emojis, para tornar a situação divertida e ligeira, aumentando assim a nossa auto-estima por estarmos a mostrar as banhas em frente a um espelho de casa-de-banho. O frexting ainda ressalva que não se devem mostrar os genitais e que a mensagem deve ser privada, coisa que não correu muito bem a quem as fotos espalhadas pelo google images. Ou o dedinho escapou ou a amizade foi-se. De qualquer forma, se procuram aumentar a auto-estima desta maneira, aqui a velha do restelo aconselha uma visita às consultas de psicologia mais próximas - sem desculpas, que os centros de saúde já as dão de graça.

 

Conclusão : não confundir frexting com flexting, que flirtar por mensagem é uma delícia até para os casais apaixonados. Boas sardinhas!